As algas são um dos problemas mais comuns entre aquaristas. Isto ocorre devido a  excessos de luz, nutrientes e sujeiras . Mesmo em um aquário perfeitamente equilibrado é muito difícil ficar livre das algas.

Tipos de algas e como combatê-las

Primeiramente deve verificar se não existe super população ou se não esta sobrando comida no aquário e se a filtragem está adequada ao aquário.

A solução mais comum é tentar equilibrar a quantidade de nutrientes na água com a redução de fertilização, alimentação correta dos peixes, adequação da quantidade de peixes, correção da iluminação.

Algas Cabelo (por todo o aquário)

Tipo muito comum em plantas e pedras. Podem ser de muitas cores diferentes, mas é geralmente verde ou acinzentada. Elas são muito finas, por vezes crescendo verticalmente até 8,6 centímetros de comprimento. Normalmente devido a sobredosagem de fertilizantes líquidos, especialmente aqueles alto teor de ferro e de fosfatos.

Tratamento

Basta reduzir a quantidade e a freqüência ou erradicar completamente qualquer adição de fertilizantes para ele parar de crescer ou adicionar mais potássio assim as plantas vão utilizar os fosfatos de forma mais rápida. Você pode desligar o filtro por instantes e arrancar manualmente o que for possível desta alga.

Algas verdes (no vidro do aquário)

Provavelmente o tipo mais comum de alga. Aparece como manchas verdes em toda parte: vidro, pedras, peixes, substrato, filtros, em todos os lugares. Eu descobri que ela ocorre quando há luz direta sobre ela. Também ocorre dela impedir o crescimento das plantas.

Ttratamento

Praticamente impossível livrar-se dela, sobretudo se for sobre as plantas. Se é sobre o vidro você pode ir limpando. Para as plantas que ela infestar, certifique-se dominuir a incidência de luz solar direta.

Algas Marrons

Principalmente encontradas em plantas e substrato. É como se fosse um casaco castanho de lodo sobre as plantas. É muito fácil retirar o excesso esfregando (mesmo nas folhas). Geralmente causada por excesso de fosfatos na água.

Tratamento

Uma das maneiras mais fáceis de se livrar é comprando um lote de plantas de crescimento rápido, para que possam competir pelos nutrientes com as algas. Entretanto, você poderia simplesmente querer comprar alguns peixes (Comedor de Algas Siamês) que se alimentam de algas. Eles vão fazer uma festa com isso. O melhor é comprá-los em grupos de 3 ou maior (depende do tamanho do aquário).

Algas Verde-Azuis (cianobactérias)

Algas verdes-azuis (cianobactérias) aparece como um revestimento viscoso, em uma série de diferentes cores.Ela pode abafar plantas e podem liberar toxinas prejudiciais aos peixes. Ela pode fixar nitrogênio, portanto, ocorrem em tanques com zero ou muito baixa nitratos (mas possivelmente elevados níveis de outros nutrientes, especialmente fósforo).

Tratamento

O tratamento deverá ser a base de antibióticos (muito cuidado no manuseio). Deverá ser aplicado Eritromicina (200mg para cada 100L) a cada 2 dias durante uma semana sobre a camada gelatinosa e no quarto dia devemos efetuar uma larga troca parcial com minuciosa sifonagem nas áreas afetadas, bem como a limpeza total dos filtros. Após o término do tratamento, efetue outra larga troca parcial (50% em média) para manter os parâmetros da água do tanque em dia e monitore os níveis de amônia/nitrito pela semana seguinte.
Em geral o uso do Eritromicina não afeta em um todo a biologia do tanque, o maior problema no manuseio se dá ao uso incorreto, já que as cianos futuramente poderão criar resistências a futuras aplicações, tornando ineficaz este tratamento e tendo que partir para o uso de outros antibióticos que certamente afetarão a biologia de seu tanque.

Algas Petecas (esse tufo na planta)

Muito difícil de se combater por ser muito resistente. Ela se fixa fortemente nas plantas (se tentar tirar a planta vai junto, rsrs), no cascalho e no restante do aquário. Adora águas bem oxigenadas, movimentadas e frias.

Tratamento

Utilizar uma seringa completa(de 10cc)  de água oxigenada e aplicar diretamente sobre os focos visíveis de algas.
Fazer  a aplicação com os filtros desligados e  deixar desligados por 30 minutos e, após este prazo, trocar 30% da água do aquário.
No segundo dia, fazer uma troca de 50% da água do aquário e aplicar  Sera Nitrivec para reativar a biologia do aquário.

Assine e receba atualizações: